Dois casos da variante omicron confirmados em São Paulo - DW - 01/12/2021

2021-12-01 09:11:13 By : Mr. Neil Zhang

O Instituto Adolfo Lutz confirma as primeiras infecções no Brasil pela nova cepa do coronavírus em homens e mulheres da África do Sul, onde a variante foi identificada pela primeira vez. Ambos estão isolados.

O Instituto Adolfo Lutz (IAL), de São Paulo, confirmou nesta terça-feira (30/11) os dois primeiros casos de infecção da variante omicron do coronavírus no Brasil.

A Secretaria Estadual de Saúde informou que os pacientes infectados são uma mulher de 37 anos e um homem de 41 anos, vindos da África do Sul, país onde a nova variante foi identificada pela primeira vez.

Os dois tiveram resultados positivos em testes de PCR realizados em um laboratório do Hospital Albert Einstein, do Aeroporto Internacional de Guarulhos, onde foi feito o sequenciamento genético que indicava a infecção por omicron.

O exame inicial foi realizado no dia 25 de novembro, após os dois pacientes apresentarem sintomas leves da doença.

De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o casal chegou a São Paulo no dia 23 de novembro, trazendo resultados negativos dos testes de PCR. Eles fizeram um novo teste no dia 25 antes de embarcarem de volta para a África do Sul, como medida de precaução.

Após o resultado positivo, ambos foram orientados a permanecer isolados em casa. O casal, assim como suas famílias, são monitorados por órgãos de vigilância sanitária municipais e estaduais.

O laboratório do aeroporto notificou a Anvisa sobre os procedimentos de sequenciamento em 29/11. O material foi enviado ao IAL, que confirmou nesta terça-feira o sequenciamento genético do omicron.